sábado, 27 de fevereiro de 2010

Música Romaria


"Sim, humildade é privilégio dos grandes!




Hoje vasculhando algumas músicas encontrei uma versão do cantor Fábio Júnior para a música Romaria e fui tentar entender seu significado...



... poucas pessoas param para entender a amplitude do significado desta letra... por isso resolvi fazer uma análise de cada uma de suas estrofes... mas ressalto que não tentaria imprimir nessas significações o que o compositor sentiu, porque isso é sublime demais para que eu consiga alcançar.



Façamos então uma breve análise sob o ponto de vista de alguém que nem gosta de música sertaneja, mas que vê nesta letra um ápice de criatividade de grandes e poucos mestres, entre eles Renato Teixeira.




"É de sonho e de pó

O destino de um só

Feito eu perdido

Em pensamentos

Sobre o meu cavalo."




A primeira estrofe retrata um sentimento de alguém que sofreu, mas que nunca deixou de sonhar frente às adversidades. Nem sertanejo, nem retirante. Simplesmente um brasileiro, que luta diariamente, mas mantem a imaginação e as lembranças firmes, além de um saudosismo tremendo, apesar de tantas dificuldades vividas.





"É de laço e de nó

De jibeira o jiló

Dessa vida

Cumprida a só."





Podemos inicialmente pensar em solidão, mas veja que é justamente o contrário no decorrer da composição...



"Sou caipira, pirapora

Nossa Senhora de Aparecida

Ilumina a mina escura e funda

O trem da minha vida."




Uma alma inicialmente sofredora, não perde a esperança e a fé... é a alma do brasileiro, descrita como mina escurada onde constrói-se a vida... retrata a humildade e fé natural do ser humano.





"O meu pai foi peão

Minha mãe solidão

Meus irmãos

Perderam-se na vida

À custa de aventuras

Descasei, joguei

Investi, desisti

Se há sorte

Eu não sei, nunca vi."






Não existem ilusões, apenas a realidade e uma fé inabalável, capaz de transformar apesar de tudo.




"Me disseram, porém

Que eu viesse aqui

Prá pedir de

Romaria e prece

Paz nos desaventos.

Como eu não sei rezar

Só queria mostrar

Meu olhar, meu olhar

Meu olhar."



Muitos imprimem nesta letra uma certa tristeza e pessimismo. Verifico justamente o contrário.

Há luta, derrotas e vitórias como em qualquer batalha. Há sonhos, ainda que perdidos em pequenas divagações e preces. Há esperança de tempos melhores apesar de toda e qualquer dificuldade. Há uma capacidade transformadora explícita, expressa principalmente na religiosidade. Há uma descrição natural do brasileiro: uma vida árdua, mas onde a palavra desistir não existe. Há humildade, e essa só pertence aos grandes!



Espero que tenha exposto minha opinião de maneira clara. Não sou expert em músicas, principalmente o estilo sertanejo. Mas essa música tem destino certo. Um significado sublime.



Gisa Borges

(fevereiro/2010)































Nenhum comentário:

Postar um comentário