sábado, 21 de fevereiro de 2009

A SAGA DE MEYER





Com certeza todos já ouviram falar nos textos de Stephenie Meyer da saga iniciada com Twilight - em português, Crepúsculo - marcada por um romance adolescente que conquista atualmente jovens e adultos, a autora surpreende pelo enredo cercado de mistério e romantismo.

Nunca fui grande adepta deste tipo de literatura, principalmente dos romances convencionais. O diferencial da saga escrita por Meyer é mostrar uma visão romântica de um mundo diferente do que se esta acostumado a ver nos grandes romances da literatura mundial. Na realidade é uma remontagem de Shakespeare em Romeu e Julieta no século XXI, onde a influência gótica marcada por um estilo de vida dos adolescentes de hoje faz com que as histórias contas pela autora se tornem tudo aquilo que os jovens querem ler.

A maneira como a autora descreve os personagens é o que traz o tom diferencial. Edward é o típico cavalheiro do Século XIX, capaz de fazer de tudo por sua amada, assim como o Romeu "skespeariano". Bella é a frágil e doce donzela, que na realidade transcende os séculos e vem representar a alma feminina. Seu crescimento ao longo das histórias até o último livro, Breaking Dawn - em português, Amanhecer - mostra a força que adquire a imagem feminina na defesa de seus interesses, valores e amores.

Meyer consegue transcender as expectativas com a trama, a cada novo livro, o enredo ganha novos personagens e alguns se destacam mais do que outros.

O cenário é uma típica cidade norte-americana - Forks - com seus tipos banais e cercada de mistérios em torno de uma família - Os Cullen's. Os segredos e revelações da história fizeram da saga escrita pela autora um best-seller mundial, onde a cada novo livro lançado a vendagem alcança níveis cada vez mais significativos.

A primeira história foi para o cinema, e como toda adaptação, peca pela condensação de acontecimentos, mas não há como negar que deixa um gostinho de quero mais e faz com que milhares de espectadores que ainda não leram os livros, lotem as livrarias de todo o mundo para conhecer a história de amor mais inusitada de todos os tempos.

Stephenie Meyer já esta consagrada... e milhares de fãns pelo mundo - assim como eu - esperam o último livro da autora e a continuação, da condensada, mas irresistível história, nas telas do cinema.

O vírus Cullen está à solta e duvido que alguém queira se curar dele!

Um comentário:

  1. Eu adorei esta saga, a acredita, mal posso esperar pelo ultimo :D

    ResponderExcluir